Telefone: (11) 2295-9931 | (11) 9 5726-6578 End: R. Gonçalves Crespo, 226 (Próx. Metrô Tatuapé) | End: R. Cerqueira Cesar, 466 (Próximo ao Hospital Next Santo Amaro)
Ozônio, Ozônioterapia, Saúde em Geral

A ozonioterapia causa efeitos colaterais? Esclareça suas dúvidas!

Você tem dúvidas quanto aos efeitos colaterais da ozonioterapia? Saiba, então, que esta técnica é bastante segura e traz uma série de benefícios ao organismo. Ela parte da aplicação do gás de ozônio em nosso corpo, sendo possível fazer isso através de várias formas.

O ozônio é um antioxidante potente, se originando a partir de três átomos de oxigênio. É possível encontrá-lo na estratosfera. Junto ao nitrogênio e outros gases, ele forma a tão conhecida camada de ozônio, responsável por filtrar os raios ultravioletas.

O gás ozônio que é usado com fins medicinais se trata na verdade de uma mistura de gases (oxigênio e ozônio). O ozônio também é naturalmente produzido em nosso corpo, no processo de ativação de anticorpos. Por este aspecto, é considerado uma biomolécula (molécula biológica).

Uma das formas de ser aplicado o gás é diretamente na pele, para tratar por exemplo uma ferida. Neste caso, a aplicação ainda pode ser feita de modo intravenoso ou intramuscular. Em outros problemas de saúde, o ozônio pode ser administrado pela veia. Aqui, é retirada uma certa quantia de sangue, que é misturada com o ozônio.

Depois, o líquido é colocado novamente na pessoa via intravenosa. A aplicação ainda pode ocorrer com injeção intradiscal, paravertebral ou insuflação retal. Neste último, uma mistura de ozônio e oxigênio é introduzida através do auxílio de um cateter no cólon.

É imprescindível que a ozonioterapia seja sempre realizada por um profissional de saúde. Para saber mais sobre a ozonioterapia e seus efeitos colaterais continue a leitura. Neste post, preparamos um material explicando tudo certinho.

Efeitos do ozônio no corpo

Entre os efeitos que o ozônio proporciona ao organismo podemos citar:

  • Contribui para desintoxicar o fígado;
  • Diminui significativamente o ácido úrico;
  • Recupera o metabolismo das células e a produção energética de todo o organismo;
  • Fragmenta as gorduras como o colesterol e os triglicerídeos;
  • Aumenta o fluxo sanguíneo, corrigindo perturbações da circulação e evitando novas sobrecargas;
  • Eleva a oferta do oxigênio para o tecido;
  • Reduz a aglutinação dos glóbulos vermelhos (hemácias), tornando melhor o fluxo de oxigênio e o fluxo sanguíneo;
  • Neutraliza bactérias, vírus, fungos e suas novas formações.

A ozonioterapia é indicada para doenças como artrose, lesões do fígado, doença de Parkinson, doenças reumáticas, ácido úrico, como terapia de apoio nos casos de câncer, enxaqueca, etc.

Possíveis efeitos colaterais da ozonioterapia

Uma das principais dúvidas que os interessados sobre a ozonioterapia tem é quanto a seus efeitos colaterais. A boa notícia é que, recebendo a quantidade certa de ozônio, esses efeitos são improváveis.

Além disso, trata-se de um tratamento biocompatível, o que também contribui para que quase não ocorram efeitos colaterais.

>> Confira aqui como a ozonioterapia pode ajudar no processo de emagrecimento.

No entanto, é importante ter atenção, porque pode haver contraindicações para alguns casos. Neste ponto, é imprescindível passar por uma avaliação minuciosa com um profissional qualificado e apto para apontar a melhor forma de tratamento. Até porque tendo um protocolo bem definido é muito mais seguro.

Gostou de ler este artigo sobre os efeitos colaterais da ozonioterapia? No blog da Saúde com Ozônio tem muito mais conteúdo. Aproveite também e visite o site Emagrecer Dr. Ozônio3.

Previous ArticleNext Article

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *