Telefone: (11) 2295-9931 | (11) 9 5726-6578 End: R. Gonçalves Crespo, 226 (Próx. Metrô Tatuapé) | End: R. Cerqueira Cesar, 466 (Próximo ao Hospital Next Santo Amaro)
Ozônio, Ozônioterapia, Saúde em Geral

Como o ozônio auxilia no tratamento de bronquite crônica e enfisema

Garantir o melhor padrão de tratamento de bronquite crônica e enfisema é de suma importância para médicos e pacientes, especialmente em tempos de pandemia.

Além de serem doenças relativamente comuns, originadas por diferentes fatores e que afetam significativamente a qualidade de vida dos indivíduos acometidos, essas patologias também figuram entre as principais consequências geradas pela COVID-19.

Com possibilidades amplas e eficiência comprovada, a ozonioterapia desempenha um papel indispensável nessa área, tornando os tratamentos mais eficientes, seguros e céleres contra essas doenças pulmonares crônicas.

Confira os principais detalhes sobre esses problemas de saúde e entenda a importância do Ozônio Medicinal no tratamento de bronquite crônica e enfisema!

Como a bronquite crônica e o enfisema se caracterizam?

A bronquite crônica e o enfisema são as duas principais patologias que se enquadram no grupo de Doenças Pulmonares Obstrutivas Crônicas (DPOC).

As DPOCs são caracterizadas pela obstrução crônica das vias aéreas localizadas dentro dos pulmões.

Entre suas causas mais comuns estão:

  • Tabagismo;
  • Inalação recorrente de vapores irritantes;
  • Poeira;
  • Ar poluído e gases tóxicos no ambiente de trabalho.

Recentemente, as Doenças Pulmonares Obstrutivas Crônicas ganharam mais destaque por conta da pandemia do novo Coronavírus.

Conhecida pela crise que gerou em todo o mundo, a COVID-19 é altamente contagiosa, potencialmente fatal e tem como sua consequência mais significativa o comprometimento dos pulmões, que ocorre principalmente na forma de uma DPOC.

Confira as principais características da bronquite crônica e do enfisema e saiba como diferenciar essas duas condições.

Entenda a bronquite crônica

A bronquite crônica ocorre por conta de uma lesão ou irritação no epitélio respiratório dos brônquios, que causa uma inflamação crônica, aumento da produção de muco e inchaço.

Sua principal consequência é o bloqueio do fluxo de ar para dentro e fora dos pulmões, com sintomas que incluem tosses recorrentes e produtivas, chiados durante a respiração e falta de ar.

Principais características do enfisema

O enfisema, por sua vez, ocorre quando os alvéolos sofrem danos e não são capazes de fornecer oxigênio suficiente para o organismo, causando o acúmulo de gás carbônico no sangue.

O principal sintoma é a falta significativa de ar, já que os danos às paredes dos alvéolos pulmonares diminuem o espaço para as trocas de gases.

É comum que pacientes sofram com a bronquite crônica e o enfisema ao mesmo tempo, apresentando tanto lesões no epitélio dos brônquios, quanto danos nos alvéolos.

O papel da ozonioterapia no tratamento de bronquite crônica e enfisema

A ozonioterapia é uma técnica com eficiência reconhecida contra mais de 200 patologias diferentes.

No tratamento de bronquite crônica e enfisema, o gás se destaca por estimular a oxigenação do sangue, fator que não só reverte uma das principais consequências dessas doenças, mas que também ajuda a reduzir o estresse dos pulmões.

O ozônio também desempenha uma poderosa ação anti-inflamatória, que ataca diretamente os processos inflamatórios responsáveis pelo desenvolvimento das patologias, impedindo seu agravamento ou mesmo revertendo-as.

Por atuar também na regeneração tecidual e celular, a ozonioterapia faz com que as áreas afetadas pelas doenças sejam gradualmente recuperadas, mesmo em quadros severos de comprometimento pulmonar.

Com uma significativa ação analgésica, o ozônio também restaura a qualidade de vida dos pacientes já nas primeiras sessões, agregando mais vigor físico e mental para que o curso de recuperação seja o melhor possível.

A ozonioterapia ainda atua no fortalecimento de todo o sistema imunológico. Isso significa que, além dos benefícios específicos mencionados até aqui, o tratamento age de maneira integrada na recuperação geral da saúde dos indivíduos acometidos pelas doenças.

Qual a importância do ozônio em casos de coronavírus?

No caso do tratamento de bronquite crônica e enfisema motivado pelo novo coronavírus, é importante mencionar ainda que o gás é um poderoso antiviral, sendo indispensável tanto no combate da infecção quanto em sua prevenção.

A ozonioterapia contra se destaca em praticamente todas as suas frentes de combate à COVID-19, seja nos problemas pulmonares, no próprio combate ao vírus, bem como no fortalecimento do sistema imunológico, que evita problemas sistêmicos nos demais órgãos e funções do organismo!

Por mais que o Ozônio Medicinal seja um recurso complementar, seu uso é capaz de tornar os tratamentos tradicionais mais céleres, eficientes e até baratos. Por demandar menos uso de medicamentos, ele também reduz ou até evita seus efeitos colaterais.

O tratamento de bronquite crônica e enfisema, bem como da Covid-19 e outras inúmeras doenças, encontra na ozonioterapia uma alternativa natural, segura e livre de efeitos adversos, ideal para os mais diversos perfis de pacientes.

Para garantir o melhor na área, entre em contato com a Clínica Dr. Ozônio e agende a sua consulta com quem é referência nacional em ozonioterapia!

Continue acompanhando também o nosso blog para não perder nenhuma novidade sobre o assunto.

Previous ArticleNext Article

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *