Telefone: (11) 2295-9931 | (11) 9 5726-6578 End: R. Gonçalves Crespo, 226 (Próx. Metrô Tatuapé) | End: R. Cerqueira Cesar, 466 (Próximo ao Hospital Next Santo Amaro)
Hepatite, Ozônioterapia, Saúde em Geral

A ozonioterapia no tratamento da Cirrose Hepática

O tratamento da cirrose hepática pode ser bastante desafiador, principalmente por se tratar do vírus causador da hepatite C. Felizmente, entre a sua imensa gama de aplicações, a ozonioterapia também oferece esperança aos indivíduos que sofrem com esse problema!

A seguir, descubra qual é a eficiência do ozônio e todas as possibilidades que os novos estudos na área trazem para diversos médicos e pacientes!

Descubra a eficiência da ozonioterapia contra a cirrose hepática provocada pelo vírus da hepatite C

Os benefícios da ozonioterapia são reconhecidos contra mais de 200 patologias. Entre outros efeitos extremamente relevantes, o ozônio medicinal atua para ativar o sistema imunológico e desempenha um poderoso papel virucida, bactericida e fungicida.

Ao redor do mundo, diversos países utilizam a técnica, ampliam seus campos de estudos e constatam que o gás pode ser utilizado em diversas situações, como no tratamento de cirrose, ou ainda como um inativador seguro e eficiente do vírus HCV.

O Dr. Coimbra, que é referência em tratamentos com ozônio no Brasil, já abordou em vídeo a ação do ozônio contra a Hepatite C.

Não faltam análises, estudos e bibliografias comprovando a eficácia da ozonioterapia em diversas áreas da medicina!

No próximo item, confira um exemplo que marca os avanços da técnica também no tratamento da cirrose hepática e de outras condições ligadas ao vírus da hepatite C.

Confira os resultados surpreendentes de um dos estudos realizados na área!

Para avaliar o papel da ozonioterapia na diminuição do vírus responsável pela hepatite C e o efeito do ozônio sobre as enzimas hepáticas de pessoas com a doença, um estudo com 52 pessoas foi realizado pelo Departamento de Medicina e Gastrenterologia da tradicional universidade egípcia de Assiut.

Os resultados foram publicados na US National Library of Medicine National Institutes of Health e relataram resultados animadores! Todos os indivíduos submetidos ao estudo passaram por uma minuciosa anamnese e exame clínico, que incluiu ultrassonografia abdominal, hemograma completo e teste das funções hepáticas.

Do grupo, quarenta pacientes com hepatite C foram tratados com ozonioterapia. Os demais receberam apenas medicamentos e vitaminas convencionais.

No grupo de tratamento, foi relatada uma normalização da ALT em 57,5% dos pacientes e da AST em 60% deles. Já os indivíduos submetidos aos métodos tradicionais apontaram uma melhora de apenas 16,7% e 8%, respectivamente.

No grupo convencional, a redução da reação em cadeia da polimerase para o RNA do vírus da hepatite C foi de apenas 8%, enquanto os pacientes tratados com ozonioterapia registraram até 15% após 30 sessões e 44,4% após 60!

Por meio das análises, foi possível concluir que o ozônio é capaz de provocar uma redução significativa dos sintomas, como a cirrose hepática, por exemplo.

Continue por dentro do tema

Gostou de conhecer mais essa opção de tratamento para cirrose?

Quer saber ainda mais sobre Hepatite C, cirrose hepática e muitas outras doenças que podem ser tratadas com a ozonioterapia? Então não deixe de acompanhar o conteúdo da Saúde com Ozônio também no Facebook e Instagram!

Previous ArticleNext Article

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *