Telefone: (11) 2295-9931 | (11) 9 5726-6578 End: R. Gonçalves Crespo, 226 (Próx. Metrô Tatuapé) | End: R. Cerqueira Cesar, 466 (Próximo ao Hospital Next Santo Amaro)
Ozônio, Ozônioterapia, Saúde em Geral

A eficácia da ozonioterapia no tratamento para degeneração macular

Antes abordado como um desafio para a comunidade médica, o tratamento para degeneração macular atualmente encontra novas possibilidades na ozonioterapia, que já é considerada uma das principais formas para combater a doença.

A patologia é a causa mais comum da perda de visão em idosos, especialmente em indivíduos com mais de 50 anos de idade, e ocorre por conta da degeneração das células fotorreceptoras.

Saiba mais sobre o conceito, sintomas, causas e tipos da doença. Em seguida, confira também como a ozonioterapia age no seu tratamento!

O que é degeneração macular e quais os seus sintomas?

A degeneração macular é uma patologia que atinge a mácula, uma importante área da retina responsável pelos detalhes que enxergamos. Ela atinge os fotorreceptores, células sensíveis à luz que a convertem em impulsos elétricos, que são transferidos ao cérebro por meio do nervo óptico.

Inicialmente, a degeneração macular não tem sintomas. Em alguns casos, é relatada apenas a sensação de que a visão está embaçada.

Com sua progressão, a patologia faz com que manchas se formem no campo de visão central. O grau de perda de visão varia de acordo com o tipo de degeneração macular, que pode ser úmida ou seca.

Quais são os tipos e causas da patologia?

A degeneração macular ainda não conta com causas bem definidas, mas já se sabe que alguns fatores são decisivos para o seu surgimento. Entre os principais deles, estão condições como:

  • Predisposição genética;
  • Exposição excessiva à luz solar;
  • Idade avançada;
  • Obesidade;
  • Hipertensão;
  • Ingestão excessiva de gorduras;
  • Tabagismo;
  • Dieta pobre em verduras e frutas.

A doença pode ser manifestar de duas maneiras. São elas:

1 – Degeneração macular seca

Trata-se da manifestação mais comum da degeneração macular. Ela é provocada pelo desgaste e envelhecimento dos tecidos da mácula.

Apesar de afetar menos a visão do que a manifestação úmida, a degeneração macular seca é responsável por cerca de 90% dos casos da doença.

A degeneração seca pode provocar drusas, que são proteínas e gorduras acumuladas nas células sob a retina que, ao longo do tempo, podem afetar ainda mais as células fotorreceptoras, piorando as condições do paciente.

Quem sofre com essa manifestação da doença deve consultar regularmente o oftalmologista, a fim de evitar que o quadro se torne mais grave e progrida para a degeneração macular úmida.

2 – Degeneração macular úmida

Apesar de menos comum, a degeneração macular úmida é a forma mais grave com que a doença se manifesta, por isso exige extrema cautela dos pacientes. Sob essas condições, os pacientes sofrem com vasos sanguíneos anormais, que crescem sob a retina.

Esses vasos podem sofrer com vazamentos de sangue ou outros líquidos, que distorcem a visão central e fazem com que a situação possa progredir rapidamente para uma perda substancial da visão central.

No item seguinte, descubra os fatores que tornam a ozonioterapia indispensável no tratamento para degeneração macular!

Qual o papel da ozonioterapia no tratamento para degeneração macular?

A ozonioterapia é uma das principais modalidades terapêuticas para o tratamento de degeneração macular. Com diversos efeitos terapêuticos, o Ozônio Medicinal é comprovadamente eficaz no tratamento de diversas condições, que vão desde feridas infectadas até doenças crônicas.

Além de evitar a ação de invasores, inativando bactérias, vírus, fungos, leveduras e protozoários que complicam o quadro dos pacientes, o gás ainda estimula o metabolismo de oxigênio, contribuindo para a regeneração celular, e estimula o sistema imunológico.

Esses efeitos garantem que a degeneração macular tenha não só os seus sintomas combatidos, como também suas causas e possíveis complicações.

Para se ter uma ideia, em um estudo realizado no Reino Unido, dos 22 pacientes com degeneração macular seca tratados com ozônio, 80% garantiram uma melhora significativa em sua acuidade visual.

A conclusão é que a ozonioterapia estimula a função do nervo óptico, favorecendo a cura da condição e a consequente melhoria da visão.

Quer ter acesso ao tratamento de degeneração macular com quem é referência nacional na área? Então entre em contato com a Clínica Dr. Ozônio para agendar a sua consulta e não deixe de acompanhar as principais novidades sobre o tratamento no blog Saúde com Ozônio!

Previous ArticleNext Article

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *