Se beneficie dos alimentos que combatem os radicais livres para atuar na prevenção de doenças.

Os radicais livres são moléculas instáveis produzidas em um processo natural e esperado do próprio organismo, no entanto, a produção exagerada, em função de maus hábitos, pode ser tóxica para a saúde do corpo.

Por isso, é importante realizar o consumo de alimentos que ajudam a eliminar radicais livres e antioxidantes.

Alimentos que combatem os radicais livres

Para facilitar esse processo, confira abaixo uma lista com alguns alimentos que auxiliam no combate aos radicais livres:

Alho

Um dos temperos mais utilizados na culinária brasileira, o alho oferece propriedades antifúngicas, antibacterianas e antiinflamatórias extremamente relevantes para o bom funcionamento do organismo, sendo um forte aliado para quem deseja manter uma dieta rica em antioxidantes.

Aveia

A aveia é um cereal integral, ou seja, mesmo com o seu processo de refinamento, a sua casca é mantida, o que assegura uma elevada quantidade de fibras e nutrientes. A aveia ainda é rica em vitamina B, vitamina E, silício, magnésio e fósforo, atuando como um potente antioxidante.

Azeite de Oliva

Um grande aliado em quem deseja combater os sinais de envelhecimento no organismo, o azeite de oliva do tipo extravirgem contém inúmeras substâncias antioxidantes, como a vitamina E, os derivados fenólicos e os esteróis livres.

Linhaça

Com um elevado teor de fibras, a semente de linhaça é rica em ômega 3 e 6, vitamina E, minerais, como zіnсо, mаngаnêѕ e selênio, o que assegura uma grande ação anti-flamatória, fortalecendo o sistema imunitário.

Ameixa-preta seca

A fruta seca mais rica em antioxidantes e vitaminas, a ameixa-preta possui elevadas quantidades de vitamina A, C, o ácido fólico, a vitamina K e as vitaminas do complexo B, por isso é tão atuante na prevenção de doenças cardiovasculares, ósseas, câncer, diabetes e obesidade.

Framboesa

Presente em diversas cores, como rosa, roxo, preto, laranja, branco e amarelo, as framboesas são extremamente ricas em antioxidantes, onde a sua variação interfere apenas no teor nutricional da fruta, por isso se enquadram no grupo chamado de superalimentos devido a sua grande fonte de nutrientes.

Morango

Uma opção a framboesa, o morango oferece um grande teor de vitaminas e antioxidantes, o que atua contra a produção dos radicais livres, contribuindo para a redução do risco de doenças cardiovasculares, arterial, câncer, diabetes e até mesmo demência.

Para quem deseja realizar uma análise mais aprofundada a respeito das anomalias orgânicas e psíquicas, relacionadas às deficiências de vitaminas, nutrientes e radicais livres, uma alternativa viável é realizar uma terapia ortomolecular.

A medicina ortomolecular busca, através de suplementação, corrigir esse desequilíbrio com minerais, ácidos graxos, vitaminas, probióticos e outras substâncias antioxidantes, atuando na prevenção de doenças.

Para quem está interessado na medicina ortomolecular, realize uma consulta na Dr. Ozônio, uma referência nacional quando se trata de Clínica de Terapias Integrativas e Complementares, visto que se trata da única clínica de ozonioterapia com atuação liberada pela vigilância sanitária do município de São Paulo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *