Telefone: (11) 2295-9931 | (11) 9 5726-6578 End: R. Gonçalves Crespo, 226 (Próx. Metrô Tatuapé) | End: R. Cerqueira Cesar, 466 (Próximo ao Hospital Next Santo Amaro)
Ozônio, Ozônioterapia, Saúde em Geral

O que comer após realizar uma sessão de hidrocolonterapia?

O intestino tem uma função bastante importante para o nosso corpo, mas quando ele não funciona direito pode ser necessário fazer uma hidrocolonterapia. Por ter várias dobras e rugosidades, com o passar do tempo, ocorre o acúmulo de resíduos e fezes dentro do órgão.

Esse acúmulo faz com que a mucosa intestinal fabrique um muco, impedindo a total absorção de nutrientes. Isso pode ocorrer, principalmente, por causa da ingestão excessiva de amidos e glúten. O problema é que, por não absorver os nutrientes corretamente, as toxinas indesejáveis passam a se acumular em nosso corpo, impedindo seu bom funcionamento.

Neste post, vamos explicar os motivos para fazer a hidrocolonterapia e como fazer a manutenção do intestino após o procedimento. Confira!

O que é a hidrocolonterapia

Também conhecida como lavagem intestinal, a hidrocolonterapia é um procedimento simples, no qual ocorre a injeção de água no intestino grosso através do reto. Para isso, o profissional utiliza uma sonda retal para eliminar as toxinas, como também os resíduos fecais.

A hidrocolonterapia é um recurso terapêutico utilizado com função de limpar o organismo de toxinas. Ela tem como finalidade:

  • Acabar com a distensão abdominal e a flatulência.
  • Em casos de constipação severa, serve para facilitar a eliminação das fezes.
  • Retirar o sangue em situações de melena (eliminação de sangue digerido juntamente com as fezes).
  • Em procedimentos operatórios, no qual o paciente é preparado antes da cirurgia.

O que ingerir após a sessão de hidrocolonterapia

Mesmo sendo um procedimento simples, é importante que o paciente que fizer a hidrocolonterapia tenha alguns cuidados com sua dieta no pós-procedimento.

Por exemplo, é importante consumir bastante fibra, pois ela adiciona volume aos movimentos intestinais. Além disso, tem o papel de ajudá-lo a reter umidade. Com a lubrificação suficiente, o peristaltismo é estimulado, empurrando a matéria fecal ao longo do intestino sem causar algum ferimento.

No que diz respeito à gordura, é bom limitar a quantidade consumida. É porque ela deixa lenta a digestão, que por sua vez pode levar à constipação. Neste caso, a indicação é consumir alimentos magros, de preferência frutas e legumes. Além de ter baixo teor de gordura, eles também são ricos em fibras.

No caso dos líquidos, quanto mais, melhor. O processo de hidrocolonterapia faz com que o cólon absorva mais do que o normal, já que com menos matéria fecal a água passa mais rapidamente pelo epitélio colônico. E a recomendação é que aumente a ingestão de água principalmente quando consumir alimentos com fibra, pois elas absorvem mais o líquido.

Como manter o intestino limpo após a sessão

  • Coma entre 8 e 10 porções de frutas por semana, dando preferência às que tenham mais fibras como ameixa, maçã e frutas vermelhas.
  • Grãos integrais, de 2 a 3 vezes por semana, cozidos após deixar de molho por 12 horas.
  • Alimentos limpadores, ricos em proteínas e fibras.
  • Evite gorduras e doces.
  • Polvilhe sementes de linhaça sobre os alimentos, sejam eles cozidos ou crus.
  • Beba água pura, no mínimo 2 litros por dia.
  • Iogurte, leite azedo e kefir também são ótimos alimentos para a manutenção da saúde intestinal. Assim, faça uso de um desses probióticos uma vez ao dia.

Para aproveitar todos os benefícios da hidrocolonterapia, é importante que o paciente siga uma dieta equilibrada. Agindo desta maneira, manterá o intestino ativo e saudável por muito mais tempo.

Gostou deste assunto? No blog da Saúde com Ozônio você confere muitos outros conteúdos. Aproveite também para visitar o site Emagrecer Dr. Ozônio3.

Previous ArticleNext Article

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *