Telefone: (11) 2295-9931 | (11) 9 5726-6578 End: R. Gonçalves Crespo, 226 (Próx. Metrô Tatuapé) | End: R. Cerqueira Cesar, 466 (Próximo ao Hospital Next Santo Amaro)
Ozônio, Ozônioterapia, Saúde em Geral

Por que o ozônio pode ser um aliado no tratamento das sequelas do coronavírus?

A relação entre ozônio e coronavírus é muito mais ampla do que você imagina. Além de ser uma poderosa aliada na prevenção e no combate da Covid-19, a ozonioterapia também é um importante recurso para lidar com as suas principais consequências, que vão muito além dos danos respiratórios, atingindo diversos órgãos e funções do organismo.

A seguir, saiba mais sobre as sequelas causadas pelo novo coronavírus e entenda qual é o papel do ozônio medicinal no seu combate. Boa leitura!

Quais são as principais sequelas provocadas pelo novo coronavírus?

Nas primeiras semanas em que foi observada, a Covid-19 era tratada como uma doença respiratória. Após um período de estudos e observações, porém, a patologia passou a ser considerada sistêmica, já que provoca complicações em diversos órgãos e sistemas orgânicos.

Muito além dos já conhecidos e amplamente divulgados danos que causa nos pulmões, o coronavírus também é capaz de provocar problemas vasculares e cardiovasculares significativos.

Essa característica também é ligada frequentemente a quadros de insuficiência renal e de comprometimento da coagulabilidade do sangue.

Por sua vez, esses fenômenos se caracterizam pelos seus efeitos de trombogênese, que favorecem o desenvolvimento de quadros de embolia e trombose.

A Covid-19 também apresenta diversas manifestações neurológicas, que resultam principalmente na perda do paladar e do olfato.

Os processos inflamatórios causados pelo novo coronavírus, inclusive, são tão severos que também podem provocar inflamações no cérebro, desencadeando patologias como a encefalite.

Mais que uma doença altamente contagiosa, potencialmente fatal e fonte de uma pandemia global, a Covid-19 pode também ser origem de diferentes problemas de saúde, que são adquiridos principalmente por pacientes que sofreram com as manifestações mais severas do vírus.

Felizmente, quem é atingido por essas consequências encontra na ozonioterapia um poderoso método de tratamento complementar, capaz de evitar agravamentos e até de reverter alguns dos principais danos sofridos pelos órgãos.

Ozônio e coronavírus: Por que o gás é importante no tratamento?

Além de ser um poderoso agente antiviral, o ozônio é capaz de:

  • Reduzir quadros inflamatórios;
  • Estimular a circulação sanguínea;
  • Restabelecer as funções celulares.

Entre seus efeitos mais significativos, relacionados diretamente às sequelas do novo coronavírus, destacam-se benefícios como:

    1. Poderoso efeito analgésico, que devolve o bem-estar dos pacientes e diminui os seus desconfortos logo nas primeiras sessões, garantindo também mais vigor para o restante do tratamento;
    2. Estímulo significativo da circulação, que não só atua diretamente contra os problemas vasculares, como também evita os processos de coagulação do sangue, responsáveis por quadros de trombose e embolia;
    3. A oxigenação do corpo também é garantida, o que melhora amplamente a ação do sistema imunológico e também revigora as funções dos órgãos e seus sistemas biológicos;
    4. Anti-inflamatório e cicatrizante, o ozônio evita que quadros de inflamação gerados pelo vírus danifiquem rins, coração e cérebro. Isso impede e combate consequências como insuficiência renal, doenças cardiovasculares e danos neurológicos como a encefalite;
    5. Por atuar de forma poderosa na regeneração celular e tecidual, a ozonioterapia pode recuperar as condições físicas e a função de órgãos comprometidos, ação que é usada principalmente em prol dos pulmões, que têm sua função significativamente comprometida pelo coronavírus.

A ozonioterapia também ajuda no combate direto ao Covid-19

É importante mencionar a relação entre ozônio e coronavírus no próprio combate da atividade viral.

Por mais que a ozonioterapia não possa inativar o vírus, seus efeitos diminuem o seu poder de ação. Isso significa que o tratamento impede agravamentos e fortalece as defesas do corpo, fazendo com que o coronavírus seja expulso naturalmente e sem consequências mais graves.

Por melhorar o sistema imune e criar condições adversas para agentes invasores, o Ozônio Medicinal também pode ser utilizado de maneira preventiva.

Ficou interessado nas possibilidades do ozônio contra o novo coronavírus? Agende a sua consulta na Clínica Dr. Ozônio e garanta o melhor atendimento com quem é referência!

Não perca as novidades do nosso blog para ficar por dentro de tudo sobre o assunto!

Previous ArticleNext Article

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *