Telefone: (11) 2295-9931 | (11) 9 5726-6578 End: R. Gonçalves Crespo, 226 (Próx. Metrô Tatuapé) | End: R. Cerqueira Cesar, 466 (Próximo ao Hospital Next Santo Amaro)
Ozônio, Ozônioterapia, Saúde em Geral, Uncategorized

Saiba como a ozonioterapia pode auxiliar atletas

O uso da Ozonioterapia já é uma realidade entre os atletas de alto rendimento, seja para a recuperação de lesões, redução do desgaste físico ou até como prática preventiva.

A seguir, conheça os casos em que o ozônio foi utilizado por dois dos atletas de maior destaque no mundo, o tenista Rafael Nadal e o futebolista Cristiano Ronaldo. Além disso, entenda os efeitos no organismo e saiba quais são as aplicações mais comuns entre os esportistas.

Boa leitura!

Como a Ozonioterapia é utilizada pelos maiores atletas do mundo?

Com uma poderosa ação anti-inflamatória e analgésica, a Ozonioterapia tem ganhado grande relevância para os praticantes de esportes, profissionais ou não.

Por mais que sua ação seja ideal para o cotidiano dos atletas de alto rendimento, seus benefícios também podem ser explorados por amadores, já que não apresentam riscos à saúde e nem efeitos colaterais.

Ao contrário das infiltrações de corticóides, que podem enfraquecer os tendões ou até necrosar, o ozônio não possui ações adversas e pode ser utilizado sem nenhum tipo de preocupação, já que não é considerado doping.

Outra vantagem do seu uso é que os atletas podem seguir sua rotina de treinos normalmente, já que não é necessário repouso após as sessões.

Para se ter uma ideia do quão relevante a Ozonioterapia é no meio esportivo, o tenista Rafael Nadal, considerado um dos melhores e mais vencedores de toda a história, a utiliza frequentemente para se recuperar das dores em seus joelhos.

Recentemente, em 2018, o jogador de futebol de futebol Cristiano Ronaldo, eleito 5 vezes o melhor do mundo, afirmou que utilizou o ozônio durante suas preparações para a última Copa do Mundo, recuperando-se de um sério desconforto no joelho esquerdo.

Não é por acaso que atletas de tamanho nível recomendam a Ozonioterapia. A técnica é reconhecida e utilizada há muitas décadas em países como Alemanha, Rússia, Itália, China, Cuba, Espanha e Portugal.

Quais os principais efeitos do ozônio na área esportiva?

Quando o corpo humano realiza algum esforço físico, as moléculas de ATP presentes no organismo servem para gerar energia mecânica na contração muscular.

No caso dos atletas, esse consumo de energia é maior e, muitas vezes, o oxigênio que alimenta as ATPs não é suficiente.É nessas situações que as moléculas são ressintetizadas e geram o lactato, que livre entre os músculos gera queimação e dores.

O papel da Ozonioterapia é aumentar as quantidades de oxigênio, fazendo com que o lactato diminua. Diminuindo as chances de dores e fadiga muscular, a performance esportiva é melhorada significativamente. Além disso, as recuperações após as competições se tornam mais rápidas e eficientes, favorecendo a carreira esportiva como um todo.

Além das funções analgésicas e anti-inflamatórias, o ozônio ainda é reconhecido como um poderoso antioxidante, cicatricial, imunossupressor e antimicrobiano.

Que tipo de tratamento os atletas podem fazer por meio da Ozonioterapia?

Diversas condições podem ser tratadas por meio da Ozonioterapia, mas vale ressaltar que a técnica é complementar e jamais deve substituir outros tratamentos, servindo apenas como um potencializador de seus efeitos. Confira!

  • Tendinite do manguito rotador;
  • Tendinite patelar;
  • Tendinose;
  • Bursite;
  • Feridas e escoriações;
  • Contraturas musculares;
  • Lesão na Pata de Ganso;
  • Hérnia de disco;
  • Epicondilite Lateral e Medial;
  • Lesões nos cotovelos;
  • Lesões nos ligamentos cruzados e colaterais;
  • Lesões nos meniscos.

Você já conhecia todas as aplicações e os benefícios da Ozonioterapia para atletas? Quer saber mais sobre o tratamento e ter acesso a profissionais especializados na área?

Então continue acompanhando as novidades do blog Saúde com Ozônio e visite o site Dr. Ozônio para agendar a sua consulta!

Previous ArticleNext Article

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *