Telefone: (11) 2295-9931 | (11) 9 5726-6578 End: R. Gonçalves Crespo, 226 (Próx. Metrô Tatuapé) | End: R. Cerqueira Cesar, 466 (Próximo ao Hospital Next Santo Amaro)
Destoxificação, Ozônio, Ozônioterapia, Saúde em Geral

Destoxificação Hepática: entenda a importância

A Destoxificação Hepática é de suma importância, já que ela contribui para a eliminação de toxinas que sobrecarregam o órgão. Isso evita uma série de problemas de saúde que afetam diretamente o sistema imunológico e a qualidade de vida.

O fígado desempenha uma das funções mais importantes do corpo humano. É ele que transforma substâncias nocivas adquiridas no ambiente ou produzidas pelo próprio organismo em subprodutos de efeito inofensivo á nossa saúde.

Descubra, a seguir, como ocorre a Destoxificação Hepática, qual a sua importância, seus principais benefícios e como realizá-la de maneira segura e eficiente. Boa leitura!

Como é feita a Detoxificação Hepática?

A Destoxificação Hepática pode ser dividida em duas etapas. A primeira visa a redução dos processos oxidativos e da hidrólise, em uma catalisação feita por enzimas presentes na membrana das células do fígado.

Essas enzimas são desencadeadas pela proximidade com determinados químicos, gerando um mecanismo de proteção natural. Quando os níveis de toxinas estão muito altos, porém, pode ocorrer a hiperatividade de desintoxicação.

Isso provoca um alto nível de radicais livres, que precisam ser metabolizados na segunda etapa da Detoxificação Hepática, para evitar danos celulares.

Na fase final de desintoxicação, o fígado tem químicos adicionais aos agentes que já foram processados na primeira etapa, com a finalidade de torná-los inofensivos ao organismo, como é o caso da glicina.

É de suma importância que ambas as fases estejam em pleno equilíbrio. Caso a fase dois seja mais lenta, as toxinas processadas no primeiro momento podem causar prejuízos a saúde, de forma inversa ao pretendido na Detoxificação Hepática.

Qual a sua importância e benefícios?

Quando o fígado está afetado por uma quantidade muito elevada de toxinas, suas funções tornam-se mais lentas e desordenadas.

Considerado um dos órgãos mais importantes do corpo humano, o fígado está relacionado ao:

  • Controle do metabolismo de lipídios, carboidratos e proteínas;
  • Produção de bile;
  • Armazenamento de minerais e vitaminas;
  • Síntese de estrógenos, testosterona e colesterol;
  • Excreção de diversas substâncias.

Quando está comprometido, o órgão torna-se incapaz de eliminar todas as toxinas acumuladas, que acabam depositando-se nos ossos, tecido adiposo e até mesmo no cérebro.

As principais consequências desse tipo de condição são inflamações e o estresse oxidativo, que contribui para o desenvolvimento da esteatose hepática, caracterizada pelo acúmulo de gordura no fígado.

Esse tipo de quadro pode evoluir ao longo dos anos, causando a cirrose hepática e comprometendo completamente as funções do órgão.

É por isso que a Destoxificação Hepática é tão importante, já que proporciona o bom funcionamento e o equilíbrio das funções do fígado, promovendo as estratégias nutricionais adequadas para que todas as toxinas sejam eliminadas da maneira mais adequada possível.

Como realizá-la com qualidade e segurança?

Cada organismo possui características e peculiaridades muito próprias. Por isso, os padrões adotados na Detoxificação Hepática podem variar de acordo com cada indivíduo.

Para que esse tipo de tratamento seja eficiente e totalmente seguro, é imprescindível contar com o apoio de especialistas na área, que determinarão os melhores meios de eliminar as toxinas que afetam o fígado.

Com ampla experiência no segmento, a Clínica Dr. Ozônio conta com um programa exclusivo de Detox, que é referência na área e já beneficiou mais de 6.500 pacientes em todo o Brasil!

Acesse o nosso site, saiba mais sobre os seus diferenciais e desfrute de toda a excelência do atendimento que é destaque nacional em Destoxificação Hepática! Não perca também as novidades do blog Saúde com Ozônio para ficar por dentro de todas as novidades sobre o assunto.

Previous ArticleNext Article

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *