Telefone: (11) 2295-9931 | (11) 9 5726-6578 End: R. Gonçalves Crespo, 226 (Próx. Metrô Tatuapé) | End: R. Cerqueira Cesar, 466 (Próximo ao Hospital Next Santo Amaro)
Câncer, Ozônio, Ozônioterapia, Saúde em Geral

Ozonioterapia no tratamento de pacientes oncológicos

Você sabia que, só em 2018, surgiram cerca de 382.590 novos pacientes oncológicos só no Brasil? Esses são dados divulgados pelo INCA que demonstram como as neoplasias são alarmantes em nosso país e exigem novos métodos complementares de tratamento. Um exemplo disso a é Ozonioterapia.

A seguir, entenda o que torna o ozônio medicinal indicado para quem sofre de câncer. Também descubra como ele age no organismo e quais dados recentes apontam a eficiência do seu uso. Boa leitura!

Quais os benefícios da Ozonioterapia para pacientes oncológicos?

Por mais antiga e consagrada que a Ozonioterapia seja, principalmente em países como a Alemanha, Canadá, Rússia e Estados Unidos, muitos ainda sofrem com a sua falta de adesão. Muitas vezes, motivados por lobby ou simples falta de interesse das autoridades competentes.

Ao longo de mais de 100 anos, diversos estudos apontam os benefícios do ozônio para pacientes oncológicos. Entre os principais deles, destacamos:

  • Melhoria da atividade celular graça a liberação de Óxido Nítrico;
  • Ativação de linfócitos que melhoram a imunidade;
  • Estímulo na liberação do fator de crescimento derivado das plaquetas;
  • Ativação do sistema neuroendócrino, que melhora significativamente a qualidade de vida dos pacientes;
  • Aumento da capacidade antioxidante intracelular;
  • Estímulo de reações neurofisiológicas que contribuem para o combate das neoplasias;
  • Melhoria do metabolismo celular e intermediação de integração entre as células;
  • Mobilização de células tronco;
  • Geração de eritrócitos diferenciados na medula óssea.

Juntos, todos esses benefícios são capazes de otimizar e até acelerar os resultados obtidos por meio dos tratamentos considerados tradicionais, tornando-os mais baratos. Além disso, a ozonioterapia também pode diminuir seus efeitos colaterais e melhorar o quadro geral de bem-estar dos pacientes.

Como é feito o tratamento e qual a sua ação?

A Ozonioterapia pode ser feita por meio de aplicações locais, geralmente por via intravenosa, intramuscular, por insuflação ou por auto-hemoterapia. Pode ser também através de água ozonizada em tumores localizados.

O tipo de procedimento varia de acordo com a localização do tumor e o seu grau de evolução, bem como as quantidades de ozônio que serão aplicadas.

Em contato com o organismo, o gás se dissolve na região intracelular e nos fluídos presentes entre as células. Depois, ele desaparece imediatamente após reagir com os seus compostos orgânicos.

De maneira segura e praticamente imediata, essa ação estimula os sistemas de defesa do corpo. Elas provocam uma série de reações que, combinadas, proporcionam os benefícios mencionados no item anterior.

Quais os dados mais recentes e marcantes que apontam a eficiência do ozônio medicinal?

Dentre as incontáveis análises que corroboram com o uso da Ozonioterapia em pacientes oncológicos ao redor do mundo, um estudo publicado na Revista Española de Ozonioterapia em 2017, é um dos exemplos mais recentes.

Um ensaio clínico foi realizado em 100 pacientes do sexo feminino com patologias onco-ginecológicas. Nele, 60 receberam tratamento pós-operatório comum e 6 sessões de ozônio. Já o outro grupo de controle, com outras 40, foi submetida apenas aos tratamentos tradicionais.

Entre as principais conclusões obtidas no estudo, os pesquisadores atestaram que, nas pacientes submetidas ao tratamento com ozonioterapia:

  • Apesar da depressão dos componentes do sistema imunológico, suas funções podem ser reativadas;
  • Melhoria significativa na qualidade de vida, garantida por uma maior sensação de energia e disposição;
  • Efeitos positivos sobre os parâmetros homeostáticos durante o período pós-operatório;
  • Melhoria dos parâmetros de imunidade celular e maior resistência à toxicidade;
  • Melhoria do quadro clínico geral, maior tolerância e diminuição dos efeitos colaterais de procedimentos como quimioterapia e radioterapia.

Esse foi um estudo que, mais uma vez, demonstrou como a Ozonioterapia pode ser vantajosa para o tratamento de pacientes oncológicos. Você sabia, porém, que os benefícios dela também já foram comprovados contra mais de 200 doenças diferentes?

Quer saber mais sobre outros casos e conhecer todas as possibilidades oferecidas pelo ozônio medicinal para a sua saúde? Então não deixe de acompanhar as novidades do Blog Saúde com Ozônio!

Lembre-se também que, por mais vantajosa e segura que seja a Ozonioterapia, ela precisa ser ministrada por quem tem amplo conhecimento e experiência no assunto, principalmente em pacientes oncológicos. Acesse o site do Dr. Ozônio e encontre os melhores profissionais da área!

Previous ArticleNext Article

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *