Telefone: (11) 2295-9931 | (11) 9 5726-6578 End: R. Gonçalves Crespo, 226 (Próx. Metrô Tatuapé) | End: R. Cerqueira Cesar, 466 (Próximo ao Hospital Next Santo Amaro)
Fibromialgia, Hérnia de disco, Ozônio, Ozônioterapia

A Ozonioterapia é indicada no tratamento da dor?

Com um histórico centenário de pesquisas e aplicações de sucesso, hoje a ozonioterapia já se prova eficaz contra quase duzentos tipos diferentes de doenças. Entre as suas diversas aplicações, destaca-se o tratamento para dores nas articulações, músculos, tendões, discos vertebrais, entre outras partes do corpo.

Para esta finalidade, ela é feita através de injeções locais de Ozônio Medicinal, que é aplicada nos lugares em que a dor se manifesta ou em pontos biologicamente ativos do organismo.

Siga acompanhando e saiba mais como a ozonioterapia auxilia no combate às dores! Confira!

Como a ozonioterapia age no combate das dores?

Um gerador específico e certificado produz o Ozônio Medicinal através da mistura entre os gases oxigênio e ozônio. Sua operação deve sempre ser feita por um médico devidamente certificado. No Brasil, quem sugere os padrões para o tratamento é a Associação Brasileira de Ozonioterapia (ABOZ).

A agulha em que é feita a punção é guiada por imagens obtidas através de um raio X simples, que garante o posicionamento adequado para a injeção de quantidades exatas de gás.

Após a análise dos benefícios obtidos pelo paciente durante a primeira infiltração, diversas novas aplicações podem ser recomendadas, visando aumentar ainda mais os efeitos analgésicos no organismo.

O alívio para a dor só ocorre quando existe contato direto entre o gás e o local afetado pela dor, por isso é comum que também ocorram aplicações em áreas próximas para que existam mais chances de sucesso.

Confira os principais tipos de dores que o Ozônio Medicinal é capaz de combater:

  • Pélvicas;
  • Viscerais;
  • Provocadas por artrose;
  • Neuropáticas;
  • Miofasciais;
  • Ombros, quadris, joelhos e em outras articulações;
  • Causadas por hérnia;

As infiltrações podem ser realizadas dentro das próprias articulações dolorosas, nos nervos autonômicos e plexos ou ainda em pontos-gatilho, dependendo de cada situação.

No caso das artroses, a injeção é feita dentro do espaço peridural e paravertebral profundo. Já na hérnia de disco, ela é aplicada dentro do próprio disco vertebral afetado.

Conheça os resultados da aplicação do Ozônio Medicinal

O ozônio, por ser muito instável, é capaz de provocar a liberação de radicais livres que incapacitam as terminações nervosas no local tratado, eliminando a sensação de dor.

O seu contato com o organismo dura apenas alguns segundos, mas já é capaz de proporcionar um poderoso efeito analgésico em poucos minutos após o procedimento.

Esse efeito, inclusive, pode ser considerado superior ao causado pelos métodos tradicionais, como a fisioterapia e até os procedimentos cirúrgicos.

O ideal é que a ozonioterapia seja empregada como técnica complementar aos medicamentos e tratamentos comuns, pois ela é capaz de acelerar a capacidade de cura do próprio organismo.

A melhor parte é que o uso do Ozônio Medicinal não possui efeitos colaterais e conta com pouquíssimas contraindicações, fato que viabiliza a realização de quantas sessões forem necessárias.

Pare de sofrer com dores e procedimentos caros!

Como se não bastassem todos os seus benefícios, a ozonioterapia também apresenta um excelente custo-benefício no combate das dores, dada a sua capacidade de acelerar os tratamentos e até de evitar procedimentos mais complexos.

Quando realizada de forma adequada por profissionais sérios e competentes, ela é capaz de transformar a qualidade de vida dos mais diversos perfis de pacientes.

E você, já tinha ouvido falar neste tipo de aplicação do Ozônio Medicinal? Conhece alguém que já fez? Conte para nós nos comentários e continue acompanhando o blog Saúde com Ozônio!

Previous ArticleNext Article

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *